Código de Ética do Bombeiro Civil e Pessoal de Emergência

Normas Nacionais
Ferramentas

Código de Ética do Bombeiro Civil e Pessoal de Resposta a Emerências.
Bombeiro, Guarda-vidas, Tripulante de Veículos de Emergência, Docentes e estudantes
Conheça o compromisso assumido pelos inscritos nos registros do CNBC

 CAPITULO I -  DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS

Art. 1- A prática da profissão é fundamentada nos seguintes princípios éticos :

Do objetivo da profissão
    I - A profissão de Bombeiro Civil é bem social da humanidade e o profissional é o agente capaz de exercê-la, tendo como objetivos maiores a  preservação da vida em todos as suas formas, do meio ambiente, das moradias e meios de sustento, cultura e lazer, preservando, salvando e resgatando  de perigos e riscos seus valores, prestando socorro solidário e profissional em urgências e emergências.

Da natureza da profissão
    II – A profissão de Bombeiro Civil de extrema importância a sociedade, como bem de preservação social e cultural da humanidade, se constitui por conhecimentos técnicos e científicos e pela capacitação, desenvolvimento e manutenção das condições de trabalho de seus profissionais.

Da honradez da profissão
    III - A profissão é alto título de honra e sua prática exige conduta honesta, digna e cidadã;

Da eficácia profissional
    IV - A profissão realiza-se pelo cumprimento responsável e competente dos compromissos profissionais, munindo-se de técnicas adequadas, assegurando os resultados propostos e a qualidade satisfatória nos serviços observando a  segurança nos seus procedimentos;

Do relacionamento profissional
    V - A profissão é praticada através do relacionamento honesto, justo e com espírito progressista dos profissionais para com os gestores, ordenadores, destinatários, beneficiários e colaboradores de seus serviços, com igualdade de tratamento  de equipe entre os profissionais e com lealdade na competição;

Da intervenção profissional sobre o meio
    VI - A profissão é exercida com base nos preceitos do desenvolvimento sustentável na intervenção sobre os ambientes naturais e construídos e do bem estar das pessoas, de seus bens e de seus valores;

Da liberdade e segurança profissionais
    VII - A profissão é de livre exercício aos qualificados, sendo a segurança de sua prática de interesse coletivo.